Retalhos e Pensamentos


Saudosismo

 

 

 

Já falei sobre tanta coisa por aqui...

Saudades, lembranças, desejos, esperanças...

Há muito tempo deixei até mesmo de entrar no meu blog, não sei a razão, simplesmente me dei um tempo, dei um tempo às emoções, experimentei viver a vida sem a interação proporcionada por este espaço. Não deixei de visitar outros espaços, interagir de outras formas, MSN, Orkut, Google Talk, enfim, são tantas as opções e tantas as possibilidades que resolvi me perder nelas.

E, me perdendo, perdi. Ou fui perdida. Ou, melhor ainda, voltei ao meu estado de ser absolutamente nada neste mundo virtual, intuição devidamente comprovada pelo decorrer do tempo. Oh, vã pretensão de ser alguém neste mundo. Ou em outro qualquer.

Alguns dos meus links já nem existem mais. Em outros, nos quais eu estava linkada, desapareci. Em outros preciso de senhas, que não tenho,  para acessá-los. Há aqueles em que "para sempre" vale enquanto o "sempre" for atualizado. Permaneci em alguns poucos, talvez tão saudosistas quanto eu. Enfim, o espaço continua sendo meu, continua existindo e eu continuo escrevendo os meus retalhos e pensando os meus pensamentos.

 

Vida, vadia vida

muito trabalho por nada

caminhos que seguem vãos

e tanta coisa sagrada

escorrendo por nossas mãos

deslizando na ferida

que os dias vão cavando

vida, que bela vida

que graças vou alcançando

ranzinza, não vale a pena

o tanto que estás lamentando

o sol despontou no horizonte

a vida segue, encantada

e vivo nesta toada

em que contradigo o dito

e o contrário eu digo

nas idas e vindas do tudo

sigo sempre sendo o nada

completo a roda do tempo

feliz e realizada

ariane



 Escrito por Ariane às 22h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Mudanças

Há tantas coisas que podem acontecer, infinitas coisas, não tenho como saber.

Passei boa parte da vida tendo certezas absolutas.

Meu pai era imortal.

Minha mãe sempre sabia de tudo.

Meu irmão resolvia qualquer problema.

Meu casamento iria durar até ficarmos velhinhos.

Meus filhos seriam pessoas com todas as respostas para mim.

Minha profissão iria garantir minha subsistência.

A vida seria um carrossel, algodão-doce e maçã do amor jamais faltariam.

Meus cabelos nunca ficariam brancos, médicos serviriam para preencher guias e solicitar exames.

Meus cachorros jamais morreriam antes de mim.

Minha casa ficaria limpa para sempre.

Aquela roupa maravilhosa sempre iria servir em mim e nunca sairia de moda. Não importa que fosse verde-limão com bolinhas cor de abóbora.

Sempre ficaria linda de minissaia e a próxima turnê do Queen no Brasil eu não perderia por nada.

Dois furos na orelha, coisa de malucos.

Hoje fiz uma tatuagem.



 Escrito por Ariane às 17h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




Eu

Sentir o tudo, viver segundos;

seguir o nada, perseguir o mundo.

Sufoco evidente, o grito prende;

a alma anseia, o mar é revolto.

A vontade ordena, a prudência condena

e sigo as horas, aguardo as demoras.

Respiro o pó - das estrelas -

me vejo meia, me sinto primeira;

me pego faceira, me dou inteira.

Pega!



 Escrito por Ariane às 09h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




Estrela-guia

Te beijo e sinto o calor percorrer meu corpo como se nunca tivesse sido beijada antes. Te olho e o olhar que vejo em retribuição é mar em que mergulho sem qualquer equipamento de segurança. Te sinto em mim e parece que o tempo parou, o mundo é meu, a vida é eterna e tudo o que ficou no passado nunca existiu. Para alguém como eu, a busca de explicações se faz imperiosa. Para alguém como eu, a falta delas não tem importância alguma. Basta estar viva, respirar e a explicação para tudo eu encontro no querer que me consome. No olhar que me devora. No desejo que não tem fim. No amor que tudo aceita, tudo consente, tudo eterniza e não vê na própria felicidade realização. Ela está na felicidade do outro. Do ser amado. E como é amado!! Na certeza de que está escrito nas estrelas e a procura pela estrela-guia durará por toda a eternidade.



 Escrito por Ariane às 21h39
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




 



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, SAO PAULO, Mulher, de 36 a 45 anos, retalhosariane@uol.com.br
Histórico
  Ver mensagens anteriores

Outros sites
  Aldinha - Grécia
  Alê
  Álvaro
  Anne
  Cal
  Che - Angel of Silence
  Cherry
  digressiva maria
  Dira Vieira
  Dora Vilela
  Dora Vilela - Novo
  Geórgia
  Graças
  Jeanete
  Ju - Medo de Avião
  Julia
  Kyra
  Loba
  Manoel
  Márcia - Lendo e Sonhando
  Maria-Suécia
  Mariela
  Mirian
  Nefertari
  Nel Meirelles
  Nonato
  Nora
  Régis
  
  Sem pé nem cabeça
  Sérgio
  Sonia
  Val
  Vinha
  Dácio
  Elza
  Bené
  Lia
  Miguxinha
  Leiluka
  Tânia Barros
  Antoniel Campos
  Marcia Maia - Tábua de Marés
  Marcia Maia - Mudança de Ventos
  Benno
  Adélia
  Passeando no Parque
  
  Menina Poesia
  Paula Barros
  Francisco Sobreira
  Lela
Votação
  Dê uma nota para meu blog





O que é isto?